3 minutes reading time (545 words)

Ingressos sociais para Copa América são entregues para alunos de escolas estaduais e refugiados venezuelanos

Os 1,9 mil ingressos sociais cedidos pela Conmebol e disponibilizados pela Secretaria do Esporte e Lazer (SEL) para o jogo entre Venezuela e Peru, da Copa América, foram entregues na tarde desta sexta-feira (14/6) no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete), em Porto Alegre. A partida ocorre neste sábado (15/6), às 16h, na Arena do Grêmio.

Um lote de 1.800 ingressos foi sorteado para alunos de 30 escolas estaduais e para integrantes de 30 associações sociais esportivas. Os outros cem a SEL repassou ao Ministério Público, para serem destinados a 48 crianças e adolescentes em acolhimento institucional e 52 refugiados venezuelanos que vivem no Estado, estabelecidos nas Aldeias Infantis SOS do Brasil.

Ingressos2 Representantes de associações esportivas sociais contempladas em sorteio também receberam entradas para o jogo - Foto: Eduardo Guterres / Secom

O secretário estadual do Esporte e Lazer, João Derly, entregou as entradas e ressaltou a importância de ações inclusivas por meio do esporte. “As crianças terem a oportunidade de acessar a um grande evento como a Copa América pode ser uma vivência única na vida delas”, observou. “É algo que vai ficar eternizado e que muitos talvez nunca pudessem viver, por isso é uma iniciativa tão importante.”

A professora Karine da Silva Gonçalves buscou os 25 ingressos destinados às crianças e aos adolescentes entre dez e 16 anos do Centro de Referência de Assistência Social de São Jerônimo, uma das instituições contempladas no sorteio. “Eles estão eufóricos, muito deles nunca estiveram em Porto Alegre, muito menos em um estádio. É uma grande iniciativa de inclusão”, contou Karine, que acompanhará a turma durante o jogo.

Entre o grupo de refugiados venezuelanos que assistirá ao jogo com os ingressos sociais estava Ronald Falcon, que chegou a Porto Alegre há apenas 15 dias buscando oportunidades e encontrou acolhimento na sede da Aldeias Infantis do bairro Sarandi, na zona norte da capital. “Sou fanático por futebol. Já estava sendo muito bem recebido aqui, mas nem acreditei que vou poder ver a seleção da Venezuela jogar”, comemorou.

Ingressos5 Jogo Venezuela x Peru pela Copa América será sábado (15/6), na Arena do Grêmio - Foto: Divulgação / MP-RS

Os 48 ingressos destinados às entidades de acolhimento foram distribuídos da seguinte forma: 12 para as Aldeias Infantis SOS do Brasil, que tem cinco casas lares e atende a 34 crianças e adolescentes; oito para a Clínica Esperança de Amparo à Criança, que mantém um abrigo e duas casas lares e atende a 37 crianças e adolescentes; 12 para a obra social Imaculado Coração de Maria, que conta com oito abrigos e atende a 143 crianças e adolescentes; dez para a Fundação de Proteção Especial do Estado, que tem 20 abrigos e atende a 155 crianças e adolescentes; e seis para os abrigos residenciais 7 e 8 da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), que atende a 48 crianças e adolescentes.

A promotora de Justiça da Infância e Juventude de Porto Alegre, Cinara Vianna Dutra, destacou a importância da parceria entre o Ministério Público e a Secretaria do Esporte e Lazer. “A oportunidade das crianças dos abrigos e das casas lares, assim como dos venezuelanos, participarem da Copa América é muito importante, pois proporciona convivência comunitária, alegria, lazer e estimula o esporte”, disse.

Texto: Thamíris Mondin
Edição: Vitor Necchi/Secom

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

Defesa Civil recebe doações para Campanha do Agasa...
Leite participa de homenagem a Mourão na Câmara de...

Posts Relacionados